Direito Civil


Ação de Inventário e Arrolamento de Bens

A Ação de Inventário tem por objetivo a distribuição, de forma justa, do patrimônio deixado em uma herança. Embora a sucessão ocorra de forma automática, havendo imediata transmição do patrimônio do de cujus para os herdeiros em virtude do Princípio da Sesine, a lei exige que os interessados providenciem, no prazo de 30 dias, a abertura do inventário judicial, sob pena de em não o fazendo incidir multa.

Os bens serão listados e partilhados entre os herdeiros, após o pagamento.

 

Dano Moral - Calúnia e Difamação na Internet

Hodiernamente temos em nossa sociedade um aumento palpável no cometimento de crimes e delitos civis cujos malfeitores utilizan-se da internet para tal fim.

Tal aumento se deve ao fato de as pessoas acreditarem que o uso da internet é anônimo (o que é falso) e que tais condutas não são crimes ou delitos e que há liberdade total para realizá-los (também falso).

 

Ação de Despejo

A ação de despejo tem lugar quando o proprietário de um imóvel quer reaver a posse, mas o inquilino não o devolve amigavelmente.

Temos duas formas principais que justificam o despejo: 

 

Indenizações Por Danos e Lucros Cessantes

Em geral quando alguém tem qualquer direito violado, a preservação ou restauração deste direito não se torna possível.

Neste caso, o direito original é substituído por soma em dinheiro que deve ser entregue à quem teve o direito violado por quem violou este direito, ou seus responsáveis.

As indenizações devidas por quem viola do direito de otro se referem não só ao prejuízo efetivamente sofrido (como o valor da coisa destruída.

 

Danos Morais

O Dano Moral é aquele que causa forte dor psíquica ou psicológica à pessoa, ou que afeta a Honra, a Imagem, a Boa Fama desta.

O dano moral que abala psicologicamente a pessoal abala a honra subjetiva, ou seja, como a pessoa se sente em relação à si mesma. É mais difícil de provar pois não há como o Juiz verificar dentro da cabeça das pessoas como elas se sentem. Não se aplica à empresas e pessoas Jurídicas.

Quando o dano afeta a imagem... [Veja mais]

 

Usucapião de Imóveis

O usucapião é uma forma de adquirir a propriedade sobre um bem imóvel.

Caso uma pessoa tenha a posse (ou seja, use-a como se dono fosse) de um bem imóvel, por determinado período de tempo, esta pessoa adquire a propriedade deste imóvel, cabendo apenas ao pode judiciário declarar (ou reconhecer) esta situação. Desta forma a pessoa se torna o legítimo proprietário daquele imóvel. Qualquer imóvel que não seja bem público pode ser adquirido.

 

Revisão de Financiamento Bancário

Realizar um Financiamento ou Leasing é uma forma relativamente simples de se obter um veículo ou outro bem de consumo de alto valor sem a necessidade de dispor de todo o valor necessário de uma só vez.

Ocorre que devido à práticas ilícitas de diversas instituições financeiras, o que deveria ser uma facilidade se transforma em um grande transtorno.

As principais práticas abusivas praticadas são a cobrança de taxas ilegais que podem chegar até à 20% do total emprestado .

Acidente de Carro - Como Preservar seus Direitos

Uma das situações mais inconvenientes que pode ocorrer é a de um acidente automotivo onde a pessoa a principio diz que tem seguro e irá arcar com todos os custos e logo após a remoção dos veículos muda de posição e passa a afirmar que não irá pagar nada.

Pior, por vezes ainda usa a frase "se não esta contente vá procurar seus direitos!”.

Para evitar este tipo de situação extremamente desconfortável e desgastante emocionalmente, elaboramos este manual de procedimentos..

 

Rua Andre de Barros, 226, sala 904 /  Centro / Curitiba / Paraná / Cep: 81.010.080.

Tel.: (41) 3082-8086  /  (41) 3045-3013 

Contato@bonfimeoliveira.com.br

 

© 2016  Todos os direitos reservado. Bonfim & Oliveira Advogados Associados.              

Deus é Fiel!